“Nunca duvide que um pequeno grupo de pessoas conscientes e engajadas possa mudar o mundo. De fato, sempre foi assim que o mundo mudou”

Margarite Mead

PROGRAMAÇÃO 2017

Expanda seus conhecimentos sobre a preservação da vida na Terra. Reflita sobre nosso impacto como indivíduo e sociedade. Prepare-se para contribuir com a mudança. Inspire-se. Transforme-se. Ouse transformar!

Venha ao II PLANETA.doc Conferência, onde cientistas e especialistas nacionais e internacionais vão se reunir para compartilhar informações e experiências, interagir com outros agentes de transformação e debater temas da maior importância para o futuro do planeta e da humanidade.

Inscreva-se já em http://bit.ly/2xuvKpR O evento é gratuito.

23 DE OUTUBRO
CENTRO DE EVENTOS DA UFSC
AUDITÓRIO GARAPUVU
das 11h às 22h30

*Programação sujeita a alterações

11h
WASHINGTON NOVAES
Foi repórter, diretor, editor e colunista das principais publicações brasileiras, entre as quais: “Veja”, “O Estado de S. Paulo”, “Folha de S. Paulo”, “Última Hora”, “Visão”, “Correio da Manhã”, “O Jornal”, “Gazeta Mercantil”, “Jornal do Brasil”. Em televisão, atuou como editor e comentarista das principais emissoras de TV brasileiras. Consultor ambiental, foi secretário de Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia do Distrito Federal, de 1991 a 1992. Conquistou inúmeras premiações nacionais e internacionais, como o Prêmio Esso Especial de Ecologia e Meio Ambiente, em 1992, e o Prêmio Unesco de Meio Ambiente, em 2004. Escreveu diversos livros, como “Xingu, Uma Flecha no Coração”, “A Quem Pertence a Comunicação”, “A Terra Pede Água” e “A Década do Impasse”. Realizou o documentário “Amazonas, a Pátria da Água” e a série “Quarup – Adeus ao Chefe Malakutauá”, no Xingu.

14h
RONNI KAHN (AUSTRÁLIA)
Fundou a OzHarvest em 2004, impulsionada pelo desejo de fazer a diferença e acabar com o desperdício de comida. A OzHarvest se tornou a principal organização de resgate de alimentos da Austrália. Ela atua junto ao governo australiano para reduzir para a metade o desperdício de alimentos em nível nacional até 2030. Hoje, a OzHarvest está se tornando um modelo global de resgate de comida.

14h30
EUNICE MAIA (PORTUGAL)
Fundadora da Maria Granel, a primeira mercearia biológica a granel em Portugal. Autora do prefácio do livro “Desperdício Zero”, de Bea Johnson, e responsável pela introdução do sistema BYOC (bring your own container – traga sua própria vasilha) no mercado português.

15h
JONATHON HANNON (NOVA ZELÂNDIA)
Coordenador da Zero Waste Academy, fundada em 2002, com sede na Massey University, tendo como objetivos o desperdício zero e a sustentabilidade. Os interesses acadêmicos dele são: desperdício zero, ecologia industrial e metabolismo urbano, economia circular, administração de produtos/ responsabilidade de produtores estendidos, laboratórios vivos, reciclagem orgânica e papel do setor empresarial comunitário na reciclagem.

15h30
LESLIE LUKACS (EUA)
Especializada no fornecimento de consultoria para implementação de programas abrangentes de sustentabilidade e desperdício zero em grandes instituições, agências públicas, locais e eventos. Leslie é fundadora e membro do Green Initiatives for Venues and Events, organização dedicada a aumentar a conscientização para implementação de programas de sustentabilidade ​​e lixo zero em locais e eventos. Também é cofundadora da Compost Coalition of Sonoma County, composta por cidadãos e organizações que juntam esforços para manter e processar materiais orgânicos em Sonoma (Califórnia).

16h
RODRIGO SABATINI
Engenheiro civil especializado em Gestão em Engenharia de Produção (UFSC), consultor de inovação tecnológica para fundos de investimentos (Stratus). Especializou-se em Modelagem Matemática para Previsão de Cheias (GThidro). Foi CEO de empresas de tecnologia (Ethermidia, Ensino Web e Gincana Premiada). Fundador e presidente da Novociclo Ambiental SA, primeira empresa brasileira de gestão de resíduos baseada no conceito lixo zero. Presidente do Instituto Lixo Zero Brasil, membro do board da Zero Waste International Alliance, fundador e mentor do Movimento Juventude Lixo Zero. Coordena eventos nacionais e internacionais como a Semana Lixo Zero, Zero Waste Cities Forum, Basura Cero Uruguai e Zero Waste Youth International International Forum.

16h30 – PAUSA – ENTREVISTAS PARA A IMPRENSA

17h
ADRIENNE HALL (CALIFÓRNIA)
Sócia na produtora cinematográfica Sound Off Films, com Annie Costner. Produziu o aclamado documentário “Racing Extinction” e tem um amplo histórico de participação em produções socioambientais em empresas como Mosaic of Change, Heist e Oceanic Preservation Society. Em 2016, lançou o filme “The Discarded: A Tale of Two Rios”, gravado no Rio de Janeiro.

17h30
PAULA SALDANHA (RIO DE JANEIRO)
Jornalista, apresentadora, escritora, ilustradora e ambientalista brasileira. Tornou-se referência na documentação e conscientização sobre as riquezas naturais, étnicas e culturais do Brasil, o que lhe rendeu prêmios e homenagens pelo mundo. Tem 43 livros publicados e cerca de 800 documentários de média e curta metragem realizados. É lembrada como apresentadora da TV Globinho, telejornal infanto-juvenil da rede Globo. Como presidente do Instituto Paula Saldanha, organizou e financiou expedições que oficializaram o local da nascente do Amazonas, maior rio do mundo. Foi protagonista de uma mudança de atitude sobre as questões ambientais na televisão brasileira.

18h
DENER GIOVANINI ​(BRASÍLIA)
Ambientalista reconhecido internacionalmente, recebeu da ONU o mais importante e prestigiado prêmio ambiental do planeta, o Unep-Sasakawa, em 2003, por sua atuação na defesa da biodiversidade. Anteriormente, apenas um outro brasileiro havia recebido essa distinção das Nações Unidas: Chico Mendes. No Brasil, foi condecorado com a honraria máxima do Poder Legislativo, a Medalha de Honra do Congresso Nacional. As novas estratégias em comunicação social, as parcerias inovadoras e os excelentes resultados alcançados pela organização que fundou e coordena, a Renctas, conferiram a Giovanini o status de Empreendedor Social Notável pelas três maiores organizações de empreendedorismo social do mundo: Ashoka, Avina e Schwab Foundation. Suas estratégias também inspiraram um estudo de caso na Universidade de Harvard.

18h30
DANIEL SILVA BALABAN (BRASÍLIA)
É diretor do Centro de Excelência contra a Fome e representante do Programa Mundial de Alimentos (PMA) das Nações Unidas no Brasil. O centro oferece apoio a governos da África, Ásia e América Latina com o compartilhamento de boas práticas em políticas públicas, por meio da Cooperação Sul-Sul. É um projeto conjunto do PMA com o Governo do Brasil para permitir o desenvolvimento de capacidades nacionais nas áreas de alimentação escolar, nutrição e segurança alimentar.
Economista formado pela Unisinos-RS, tem MBA em Finanças pelo IBMEC, especialização em Orçamento Público pela Fundação Getúlio Vargas e mestrado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília. De 2003 a 2011, foi Presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Antes disso, atuou na criação e organização do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República. Balaban ainda foi analista de finanças do Tesouro Nacional de 1995 a 2002. Também trabalhou no setor privado por mais de dez anos. Daniel é membro da Global Child Nutrition Foundation, fundação norte-americana ligada à School Nutrition Association, e da Agenda de Conselheiros Globais do Fórum Econômico Mundial.

19h
TIA KANSARA (INGLATERRA)
É empresária, moderadora, palestrante e autora premiada. Fundadora e diretora do Kansara Hackney Ltd., primeira consultoria de estilo de vida sustentável e controle de qualidade ISO no Reino Unido. Tia é Ph.D. na Bartlett/University College London, e sua área de pesquisa inclui projetar futuras cidades e avaliar questões de energia na região do Golfo Pérsico. Publicou diversos artigos e foi convidada para aconselhar governos e setor privado na questão cidades sustentáveis. Palestrante em eventos em todo o mundo, como a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento e a Iniciativa de Biocomércio em questões de sustentabilidade. Seu trabalho recente envolve assessoria a prefeituras sobre seu conceito de Replenish, uma avaliação per capita do que devolvemos aos ecossistemas, que também é título do livro publicou em 2015.

19h30
PAL MARTESSON (SUÉCIA)
Coordenador do Departamento de Gestão de Resíduos e Recursos Hídricos da Cidade de Goteburg (Suécia) e membro do Zero Waste International Alliance (ZWIA). Fundador e gestor do maior parque de reciclagem do mundo, localizado na cidade de Gotemburgo, Suécia. O Kretsloppsparken Alelyckan é um parque de reciclagem, onde os cidadãos podem dar destino às suas embalagens e aos grandes volumes (como material de poda, sofás, geladeiras e fogões), além de um centro de reuso de materiais.

20h
CECILIA HERZOG (RIO DE JANEIRO)
Cecilia Herzog é paisagista urbana. Professora da PUC-Rio, também é ativista por cidades sustentáveis, resilientes e que ofereçam alta qualidade de vida e bem-estar a todos os moradores, com a adoção de planos e projetos de infraestrutura verde. Atua no Coletivo Baixo Rio e no Instituto Inverde para a transformação das cidades de lugares cinza e hostis a habitats saudáveis para todas as pessoas e a biodiversidade. É membro das redes internacionais: Biophilic Cities Project, The Nature of Cities, Society for Urban Ecology, Urban Climate Change Network (UCCRN), Urban Biodiversity Research Coordination Network (UrBioNet), World Large Parks. Autora do livro “Cidade para Todos: (re)aprendendo a conviver com a Natureza”.

20h30
PIERRE-ANDRÉ ​​MARTIN (RIO DE JANEIRO/FRANÇA)
Estudou as ciências relativas à paisagem e ao território durante seis anos na França. Desde 1995, atua profissionalmente como paisagista e ambientalista em países como Brasil, França, Itália, Estados Unidos, Canadá, Peru e Angola. Colaborou com o paisagista Fernando Chacel, considerado o sucessor de Burle Marx. É professor de paisagismo e supervisor de urbanismo, além de co-coordenador do curso de pós-graduação “Paisagismo Ecológico: Planejamento e Projeto da Paisagem” na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Também é sócio-fundador da EMBYÁ, redator para “The Nature of Cities” e membro do comitê executivo da Society for Urban Ecology – Brasil. Palestra e leciona como professor convidado sobre sustentabilidade em várias instituições universitárias no Brasil.

21h
GEORGIA NICOLAU (BRASÍLIA)
Georgia Nicolau é o cofundadora e codiretora do Instituto Procomum. É ativista e pesquisadora nos campos da cultura, das artes, da política e da inovação cidadã. Entre 2013 e 2016, foi diretora de Gestão, Empreendedorismo e Inovação no Ministério da Cultura e subsecretária de Economia Criativa e Políticas Culturais. Desde 2013, faz parte da rede Global Innovation Gathering, reunindo inovadores e empresários de todo o mundo, com foco no sul global.

21H30
HARJIT ANAND (ÍNDIA)
Harjit Anand atuou como secretário do Ministério da Habitação e Alívio da Pobreza Urbana no Governo Indiano, implementando o programa JNNURM, para a provisão de habitação e serviços básicos. Também atuou como líder de missão para o setor informal no Escritório da Organização Internacional do Trabalho na Índia. Como secretário-membro da Junta de Planejamento da Região da Capital Nacional da Índia, esteve associado ao Planejamento Regional e à aprovação dos Planos Diretores de Délhi. Escreveu vários livros e participou de conferências internacionais em assuntos que vão desde natureza da economia informal, habitação e serviços básicos, trabalhadores da construção e trabalhadores informais de rua (ambulantes), planejamento regional e urbano e alívio da pobreza através do desenvolvimento de pequenas empresas.

Ocupe seu lugar no planeta!

No dia 23 de outubro, o hall do Centro de Eventos estará aberto para projetos, tecnologias e ações inovadoras em torno da preservação da vida. As iniciativas poderão promover oficinas, exposições, rodas de conversa e venda de produtos sustentáveis, entre outras atividades. Nos dias 26 e 27 de outubro, haverá mais uma janela para essas intervenções. Participar como expositor é simples. Envie um e-mail para comunicacaoplanetadoc@gmail.com.

O PLANETA.doc Conferência integra as ações da 4ª edição do Festival Internacional de Cinema Socioambiental PLANETA.doc, que será realizado de 15 de outubro a 10 de novembro. O festival exibirá cerca de 100 filmes socioambientais de todo o mundo. Haverá exibições em várias cidades do Brasil.

Mais informações e contatos:
https://www.facebook.com/planetadocfestival

Produto cultural totalmente patrocinado pelo Municipio de Florianopolis por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Modalidade Doação). VENDA PROBIBIDA – ENTRADA GRATUITA.

Não é mais possível desenvolver dois conjuntos paralelos de medidas, um para responder às necessidades sociais – “salvar a humanidade” – e outro para responder aos danos ecológicos “salvar o planeta”. O objetivo atual é combinar essas duas exigências solidárias na perspectiva de ação conhecida como socioambiental. A percepção da existência de limites do planeta, da degradação e dos riscos ecológicos, bem como das suas dramáticas conseqüências para a humanidade, nos força, desde já, a repensar as relações entre sociedade-natureza e a considerar danos ignorados por muito tempo.

Nos dias 3 e 4 de novembro de 2016 o PLANETA.doc Festival reuniu em Florianópolis renomados cientistas e cineastas para debater alguns dos principais dilemas da sustentabilidade.

O primeiro Planeta.doc Conferencia contou com a participação do sociólogo mexicano Enrique Leff, um dos mais reconhecidos intelectuais latinoamericanos no âmbito da problemática ambiental. Escreveu mais de 25 livros, entre eles “Ecologia, Capital e Cultura”, “Racionalidade Ambiental” e “Discursos Sustentáveis”. Sua publicação mais recente é “Aposta pela vida, imaginação sociológica e imaginários sociais nos territórios ambientais do sul”.

Também estiveram presentes o geógrafo brasileiro Carlos Walter Porto Golçalves, a pesquisadora de métricas de carbono e clima Camila Moreno, a arquiteta Nina Orlow, a engenheira ambiental Daniele Gomes, a bióloga Maluh Barciotte, a diretor de cinema Paula Fiuza, o doutor em geografia Marcelo Lopes de Souza, o cineasta Beto Brant e o botânico Ricardo Cardin. Assista às falas abaixo.

Confira também as intervenções do Lixo Zero.