"Paremos de considerar a democracia como um valor adquirido, definido de uma vez por todas e intocável para sempre.

Num mundo em que estamos habituados a debater qualquer assunto, um único tabu persiste: a democracia.

Então eu digo: questionemos a democracia em todos os debates.

Se não encontrarmos um meio de a reinventar, não perderemos apenas a democracia, mas a esperança de ver um dia os direitos humanos respeitados neste planeta.

Isso seria o fracasso mais estrondoso de nossos tempos, o sinal de uma traição que marcaria a humanidade para sempre."


- José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura -


 

A segunda edição do Festival Internacional de Cinema Socioambiental PLANETA.doc trouxe à Santa Catarina uma mostra significativa do melhor da produção cinematográfica sobre o nosso Planeta, unindo a temática de ciência, tecnologia, natureza e sociedade por meio da exibição  gratuita de alguns dos filmes mais impactantes da atualidade em universidades e espaços culturais catarinenses, de 15 de outubro a 15 de dezembro de 2015. O Festival exibiu documentários, animações e filmes de ficção destacados mundialmente que, pela importância de seus conteúdos e por suas qualidades artísticas, contribuam para divulgar temas relacionados à preservação da vida no nosso planeta, com ênfase em inovações científicas, tecnológicas e sociais que promovam a sustentabilidade. Como Cinema Socioambiental, consideram-se todos os filmes de caráter documental que enfoquem e interpretem como fator determinante de suas narrativas, os mais diversos aspectos e situações decorrentes das ações do ser humano em relação ao seu ambiente natural social, no passado, no presente e na construção do futuro. 

Com uma extensa programação de mais de dois meses de duração, finalizada em 31 de março de 2016, o festival vem consolidando em Santa Catarina uma janela qualificada de exibição de filmes sobre o Planeta Terra, envolvendo Universidades, espaços culturais públicos, cineclubes e escolas de ensino médio e fundamental da rede estadual. Previu também a exibição ao ar livre em comunidades como Ribeirão da Ilha e Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis, abrindo os espaços públicos da capital catarinense ao cinema e à cultura. Foram exibidos 83 filmes nacionais e internacionais conforme o programa, realizadas em média 320 sessões fechadas e oito sessões ao ar livre.

A programação foi elaborada a partir de um intenso trabalho de captação de filmes e curadoria. Foram trazidos a Florianópolis filmes de grande qualidade plástica, estética e narrativa, muitos dos quais premiados internacionalmente em vários festivais do gênero.

 

 

O Planeta.doc realizou em 2015 um concurso internacional de filmes na área de sustentabilidade, meio ambiente, natureza e sociedade, inserindo gradativamente o Estado catarinense no circuito dos maiores festivais de cinema na área socioambiental do mundo. Foram destinados Prêmios aos melhores filmes nas categorias Planeta.Doc Internacional: e Planeta.Doc Nacional,  entre mais de 900 inscritos de 38 países.

 

PRÊMIO PLANETA.DOC INTERNACIONAL

A ESCALA HUMANA
Andreas M. Dalsgaard. Doc. DNK. 83’

A ÚLTIMA CHAMADA
Enrico Cerasuolo. ITA. Doc. 90`

A TRAGÉDIA DO LIXO ELETRÔNICO
Cosima Dannoritzer. Doc. ESP/FRA/GBR. 86’

AME A NATUREZA
Sylvie Rokab. Doc. EUA. 76’

BIDDER 70
Beth Gage e George Gage. Doc. EUA 73’

CARNE E LEITE
Bernard Bloch. Doc. FRA. 104’

COMERCIALIZANDO A NATUREZA
Denis Delestrac e Sandrine Feydel. Doc. FRA. 90

COMO MUDAR O MUNDO
Jerry Rothwell. Doc. GBR/CAN. 110

CONTENÇÃO
Peter Galison e Robb Moss. Doc. EUA, 81’

DRONE
Tonje Hessen Schei. Doc. NOR. 78’

GUARDIÕES DOS ALIMENTOS
Jeff Spitz e Jennifer Amdur Spitz. Doc. EUA. 74’

METAMORPHOSEN
Sebastian Mez. Doc. ALE. 84’

O JOGO DA EXTINÇÃO
Jakob Kneser. Doc. DEU/CAN. 52

O SAL DA TERRA
Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado. Doc. FRA. 109’

PARAISO
Nash Ang. Doc. PHL. 60’

O ULTIMO OCEANO
Peter Young . NZE. 88’

PLANETÁRIO
Guy Reid. Doc. GBR. 85’

QUE ESTRANHA FORMA DE VIDA
Pedro Serra. Doc. PRT. 109’

A GUERRA DOS TRANSGÊNICOS
Paul Moreira. Doc. FRA. 52’

TODO O TEMPO DO MUNDO
Suzanne Crocker. Doc. CAN. 87’

SNAKE DANCE
Manu Riche, Patrick Marnham. Doc. Bélgica. 75’

UIGURES, OS PRISIONEIROS DO ABSURDO
Patricio Henriquez. Doc. CAN. 99

 

PRÊMIO PLANETA.DOC NACIONAL

A LEI DA ÁGUA
André D’Elia. Doc. BRA. 78’

AMAZÔNIA DESCONHECIDA
Daniel Augusto e Eduardo
Rajabally.Doc. BRA. 71’

DESCULPE PELO TRANSTORNO: A HISTÓRIA DO BAR DO CHICO Todd Southgate.
Doc. BRA. 79’

NAQUELA ÉPOCA E HOJE
Luiz Adelmo. BRA. 80’

O JARDIM DA ESPERANÇA
Laurence Guenoun. Doc. BRA/FRA. 75’

O MENINO E O MUNDO
Alê Abreu. Ani. BRA. 85’

SERRA PELADA – A LENDA DA MONTANHA DE OURO
Victor Lopes. Doc. BRA,

O VENENO ESTÁ NA MESA 2
Sílvio Tendler. Doc. BRA. 110’

 

Programação

O festival contemplou algumas das principais problemáticas socioambientais do mundo contemporâneo, permitindo ampliar a percepção sobre a Terra como organismo vivo e sua inter-relação com os sistemas de ação humanos. Em Florianópolis o Festival aconteceu simultaneamente na sala de cinema do CIC (Centro Integrado de Cultura), Auditório da FAED (UDESC), Auditório do Hall da Reitoria da UFSC, diversos auditórios simultâneos na UFSC, Sala Interativa do Parque Sapiens e Assembléia Legislativa. Contou com ações de exibição nos bairros de Florianópolis, a céu aberto. e foi levado pela primeira vez a outras cidades de Santa Catarina  por meio de uma parceria com a UDESC, contemplando nesta segunda edição as cidades de Ibirama e Laguna.

De acordo com a diretora do Festival, Mônica Linhares, o Planeta.Doc busca sensibilizar a sociedade para as questões ambientais e promover a reflexão sobre as alternativas que estão sendo geradas para melhorar a qualidade de vida em todos os continentes. “Procuramos revelar e debater com a sétima arte qual a dimensão do impacto ambiental em todos os continentes, evidenciando as inovações em áreas como energias renováveis, produção de alimentos, reciclagem, construções sustentáveis, saúde e políticas públicas”, explica.

Além da mostra ao grande público são sempre previstas palestras e debates com diretores e cineastas de todo o mundo. “Não se trata somente de um festival sobre o planeta, mas sobre nós mesmos e sobre nossa forma de ver o mundo”, acrescenta.

Entre as produções internacionais de 2015 destacam-se  ‘Planetary’, de Guy Reid (seleção oficial do Washington DC Film Festival), ‘Love Thy Nature’, de Sylvie Rokab (ganhador do Cosmic Angel 2015), ‘Transgenic Wars’, de Paul Moreira (vencedor do FICA 2015), ‘O Sal da Terra’, de Wim Wenders e Juliano Ribeiro Salgado (ganhador do César de melhor documentário). Dos brasileiros, ‘O Menino e o Mundo’, vencedor do Prêmio Cristal no 38º Festival de Cinema de Animação de Annecy, na França, considerado o maior prêmio mundial da categoria, e ‘O Veneno Está na Mesa II’, novo documentário de Silvio Tendler.

O festival também teve uma Mostra de Diretores Prestigiados, como Beto Brant, com seu filme ‘Eu receberia as piores notícias dos seus tristes lábios’, estrelado por Camila Pitanga, o peruano Javier Corcuera, entre outros. A programação contou ainda com a Mostra de Filmes da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e do Institut Français, composta por oito filmes, entre eles, ‘Planet Glace’, ‘Clevelent contre Wall Street’, ‘Five Broken Cameras’ (selecionado no Sundence Festival).

A Mostra do FICA – Festival Internacional de Cinema Ambiental – também esteve na programação, com a exibição dos filmes vencedores, entre eles, ‘Transgenic Wars’,  ganhador da última edição. Realizado desde 1999 em Goiás, o FICA é o mais antigo festival socioambiental do Brasil.

 

 

 

O Planeta na Escola

E para incentivar o debate também entre os alunos da rede municipal de educação de Florianópolis, o Planeta.Doc firmou parceria com o Programa Mapa das Artes e Culturas da Secretaria Municipal de Educação de Florianópolis.  “Queremos levar os estudantes para as salas de cinema, contribuindo para o processo de conhecimento e transformação destes jovens”, conta a diretora. 

O objetivo é socializar o acervo audiovisual de filmes socioambientais e científicos, possibilitando uma formação aprofundada e holística que contribua para construir sociedades alicerçadas em padrões de sustentabilidade e justiça social.

O Festival Planeta.Doc realizou também o Concurso Planeta.doc estudantes, destinado a estudantes de ensino médio, fundamental e universitário de toda a rede estadual de Santa Catarina.

 


 

 

 

-


 
Veja também sobre a Edição 2014