2016 – Confira os participantes do Planeta.Doc Conferências

Evento acontecerá nos dias 3 e 4 de novembro, no Auditório Garapuvu da UFSC

Nos dias 3 e 4 de novembro acontecerá o Planeta.Doc Conferências, com participação de cientistas e especialistas na área socioambiental. Os encontros serão realizados no Auditório Garapuvu da Universidade Federal de Santa Catarina. Confira o perfil dos participantes:

Camila Moreno

Camila Moreno possui graduação em Filosofia (UFRGS) e Direito (PUC-RS), e mestrado em Sociologia (CPDA/UFRRJ), onde atualmente conclui doutorado com tese sobre as negociações internacionais sobre o clima. Nos últimos quinze anos trabalhou com diversas ONGs e redes no Brasil e na América Latina sobre temas de meio ambiente e desenvolvimento. Integra desde 2011 o grupo permanente de trabalho Alternativas al Desarrollo. É autora do livro “O Brasil made in China: para pensar as reconfigurações do capitalismo contemporâneo”, Fundação Rosa Luxemburgo, São Paulo (2015) e coautora de “A métrica do carbono: abstrações globais e epistemicídio ecológico”, HBS, Rio de Janeiro (2016).

Carlos Walter Porto-Gonçalves

Geógrafo e autor de livros sobre geografia social. Foi presidente da Associação dos Geógrafos Brasileiros e em 2004 ganhou o Prêmio Chico Mendes em Ciência e Tecnologia do Ministério do Meio Ambiente. Também recebeu, em 2008, o Prêmio Casa de las Américas (Cuba) por seu livro ”A Globalização da Natureza e a Natureza da Globalização”.

É doutor em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, professor adjunto da Universidade Federal Fluminense e coordenador do LEMTO – Laboratório de Estudos de Movimentos Sociais e Territorialidades.

Dener Giovanini

Dener Giovanini é ambientalista e, entre diversos prêmios e distinções ambientais, recebeu das Nações Unidas a mais importante condecoração ambiental do mundo: o UNEP-SASSAKWA. Escritor e jornalista, Giovanini é documentarista cinematográfico e membro do Conselho Global contra o Comércio Ilegal Mundial, mantido pelo G20 e ONU. Dirigiu, roteirizou e apresentou a série Ecos do Brasil, no Canal Futura.

Enrique Leff

Um dos mais reconhecidos intelectuais latino-americanos no âmbito da problemática ambiental, é coordenador da Rede de Formação Ambiental da América Latina e Caribe, parte do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e professor da Universidade Autônoma do México (UNAM). É conferencista e professor convidado de diversas universidades pelo mundo e autor de mais de 20 livros e 200 artigos sobre temas de economía ecológica, ecología política e educação ambiental.

Maluh Barciotte

Bióloga e doutora em Saúde Pública e Ambiental pela Universidade de São Paulo com-pós doutorado pela mesma universidade. Palestrante e consultora, atua de forma sistêmica nos temas sustentabilidade, saúde e agroecologia, comida de verdade e alimentos orgânicos e ética e consumo responsável. Fundou e preside a AAO/Associação de Agricultura Orgânica. Integrante da Rebrinc/Rede Brasileira Infância e do CAE/Conselho de Alimentação Escolar do município de São Paulo. Pesquisadora e responsável pelo Instituto Mahâ de Estudos Contemporâneos e pelo Projeto #orgânicaarte. Curte cinema e caminhadas e ama experimentar e disseminar sabores e saberes pelo mundo afora.

Marcelo Lopes de Souza

Graduado em Geografia pela UFRJ, especialista em Sociologia Urbana pela UERJ, mestre em Geografia pela UFRJ e doutor em Geografia (área complementar: Ciência Política) pela Universität Tübingen (Alemanha). Foi professor convidado na Technische Universität Berlin, na Universidad Nacional Autónoma de México/UNAM, na Europa-Universität Viadrina em Frankfurt (Oder) e na Universidad Autónoma de Madrid, e pesquisador convidado na Universität Tübingen e na University of London. Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Recebeu o Prêmio Jabuti (categoria Ciências Humanas e Educação) em 2001, por seu livro “O desafio metropolitano”.

Nina Orlow

Arquiteta, ambientalista e membro da Rede Nossa São Paulo e da Aliança Resíduo Zero Brasil, é secretária executiva estadual do Movimento Nacional ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) Nós Podemos-SP, que substituíram os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Ricardo Cardim

É Mestre em Botânica pela Universidade de São Paulo (USP) e diretor da Ricardo Cardim Biodiversidade Nativa. Apresenta um trabalho inovador em áreas verdes urbanas, resgatando a natureza original através de projetos e implantação de Paisagismo Sustentável. Suas pesquisas em biodiversidade nativa resultaram na criação das três primeiras reservas públicas naturais de Cerrado da cidade de SP, em um total de 33.090 m², sendo por isso indicado “Empreendedor de Futuro” pela Folha de São Paulo e Fundação Schwab (Suiça) e condecorado com a Medalha Anchieta e Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo pela Câmara Municipal. Também é responsável pelo curso de Paisagismo Sustentável do Green Building Council Brasil, consultor desde 2013 da Rede Globo São Paulo como “Dr. Árvore e desde 2011 colunista semanal de Meio Ambiente na Rádio Estadão. Escreve o Blog Árvores de São Paulo atualmente com mais de 2,5 milhões de acessos. Foi curador na exposição permanente “A Casa e a Cidade” do Museu da Casa Brasileira sobre o território natural da cidade de São Paulo e criador da técnica “Florestas de Bolso” para resgate dos biomas nativos dentro da escala urbana com a participação da comunidade.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *